Carregando...

Notícias do 21 de Março de 2012

Papa nomeia dois bispos auxiliares e um prelado para São Felix do Araguaia no Brasil

VATICANO, 21/03/2012 (ACI).- Segundo informou o Vatican Information Service, o Papa Bento XVI nomeou hoje, 21, como novo bispo da prelazia de São Felix do Araguaia (MT), Dom Adriano Ciocca Vasino, até então à frente da diocese de Floresta (PE). O Papa nomeou ainda dois bispos auxiliares para duas arquidioceses no nordeste: Fortaleza (CE) e Salvador (BA). Como Auxiliar de Fortaleza, o Papa Bento nomeou o padre José Luiz Gomes de Vasconcelos e o padre Giovanni Crippa como bispo auxiliar de Salvador, a arquidiocese primaz do Brasil.

Conforme informou a CNBB através do seu portal oficial, Dom Adriano Ciocca se desempenhava como bispo de Floresta desde o dia 2 de maio de 1999. Ele é italiano de Borgosesia, Vercelli. Foi nomeado bispo no dia 3 de março de 1999, pelo Papa João Paulo II sendo ordenado em sua terra natal, no dia 2 de maio de 1999. Até a 49ª Assembleia Geral dos Bispos da CNBB, em 2011, era membro da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato, como bispo responsável pelas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) no Brasil.

São Felix do Araguaia

A CNBB recordou em nota de imprensa hoje que a prelazia de São Felix estava vacante desde o dia 21 de setembro de 2011, quando o papa Bento XVI nomeou o bispo prelado, Dom Leonardo Ulrich Steiner, hoje Secretário-Geral da entidade, como auxiliar a arquidiocese de Brasília (DF). Durante este período o bispo de Goiás, Dom Eugênio Rixen esteve à frente da prelazia como administrador apostólico enquanto o Sumo Pontífice definia quem seria o sucessor de Dom Leonardo.

Fortaleza

A nomeação do monsenhor José Luiz Gomes de Vasconcelos, segundo a Nunciatura Apostólica, acolheu a solicitação do arcebispo de Fortaleza, Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, de contar com a colaboração de mais um bispo auxiliar, informou a CNBB.

Monsenhor José Luiz é atualmente reitor do Seminário Maior de Caruaru, em Pernambuco. Nasceu em Garanhuns (PE), em maio de 1963. Estudou Filosofia e Teologia na Faculdade Nossa Senhora da Assunção, em São Paulo (SP). Como aluno do Pontifício Colégio Pio Brasileiro, em Roma, obteve diploma de mestrado em Teologia Patrística e História da Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

Desde o ano passado, monsenhor José Luiz é presidente do Regional Nordeste 2 da Organização dos Seminários e Institutos Filosófico-Teológicos do Brasil (OSIB).

O novo auxiliar ajudará Dom Tosi no governo de uma arquidiocese como mais de 2 milhões e meio de católicos e contará com 332 padres, 19 diáconos permanentes e 1114 religiosos.

Salvador

Também atendendo ao pedido do arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, o papa nomeou monsenhor Giovanni Crippa, atualmente pároco da Paróquia Santíssima Trindade, em Feira de Santana (BA), como bispo auxiliar de Salvador.

Monsenhor Crippa é italiano de nascimento (Besana im Brianza – Milão), e é sacerdote desde 1985. É bacharel em Teologia, pela Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, e é mestre e doutor em História da Igreja, também pela Universidade Gregoriana.

Na Itália, monsenhor Giovanni Crippa foi animador missionário e vocacional e em Turim foi membro da Equipe de Coordenação do Departamento Histórico do Instituto Missões Consolata.
No Brasil, foi vigário paroquial da paróquia Santíssima Trindade; Diretor Espiritual do Seminário Santana Mestra e professor na Faculdade Católica, em Feira de Santana. Além disso, foi por duas vezes conselheiro da Província dos Missionários da Consolata no Brasil e membro do Conselho Presbiteral da arquidiocese de Feira de Santana.

Dom Crippa ajudará Dom Murilo na tarefa de administrar a arquidiocese de Salvador, arquidiocese primaz do Brasil, e conta com mais de 2 milhões de católicos contando com a ajuda de 283 sacerdotes, 93 diáconos permanentes e 1070 religiosos.


Arcebispo destaca autoridade de Bento XVI para dar uma mensagem de paz ao México

OAXACA, 21/03/2012 (ACI).- O Arcebispo de Antequera, Dom José Luis Chávez Botello, falou que a visita do Papa Bento XVI ao México, entre os dias 23 e 26 de março, servirá para fortalecer a paz e a esperança no país.

Em conferência de imprensa, Dom Chávez Botello afirmou que a vida de Bento XVI "oferece luz e perspectivas de viver a fé, pois ele sofreu a segunda guerra mundial no seu país e viveu os estragos do Nazismo".

"Na sua serenidade, fé e inteligência lúcida, (o Papa) será alguém que levantará a esperança desde a verdade, não com frases, mas com a força do que ele diz que está na sua vida. Sua palavra é sabedoria e profundidade que dá segurança, ilumina a mente e promove o amor".

Por isso, o prelado exortou tanto os sacerdotes como os fiéis leigos a que participem de uma semana de oração desde seus lares, capelas, seminários e colégios católicos, como um "caminho espiritual a Guanajuato", estado ao qual chegará o Santo Padre.


O estuprador tem a culpa e não a criança por nascer, recorda Arcebispo ante sentença sobre aborto

Buenos Aires, 21/03/2012 (ACI).- O Arcebispo de Rosário (Argentina), Dom José Luis Mollaghan, condenou a despenalização do aborto por estupro, por parte da Suprema Corte de Justiça da Nação e recordou que o verdadeiro culpado deste delito é o estuprador e não a criança por nascer.

"O estuprador é o culpado, e não a criança por nascer. E nos faria muito bem a toda a sociedade reconhecer a decisão de dar uma sanção ao único agressor do estupro e não ao inocente que vai nascer, que no aborto sofre as conseqüências do delito, sem ter culpa alguma", expressou o Prelado durante a primeira reunião do ano do Conselho Presbiteral arquidiocesano.

Dom Mollaghan disse que não se pode ver "como um triunfo" a despenalização do aborto e que "basta uma declaração jurada em qualquer momento da gravidez para que uma criança por nascer seja
drasticamente condenada" porque se afirma que foi conseqüência de um estupro.

Não se sabe de quem é o triunfo, indicou, "porque na realidade não o é para a mãe que perde um filho; nem tampouco o é para o filho, ou seja, a criança por nascer, com quem se comete a mais grave das injustiças, retirar-lhe a vida. Neste caso, o aborto faz duas vítimas, a criança por nascer e também a mãe".

O Arcebispo de Rosário afirmou que não são só os argumentos religiosos os que respaldam o direito à vida do não nascido, mas também a ciência, que "corrobora a vida humana nascente no seio materno".


Profunda calma e oração na Basílica de Guadalupe durante sismo

MEXICO D.F., 21/03/2012 (ACI).- A calma e um intenso ambiente de oração reinaram durante o sismo que surpreendeu a centenas de fiéis mexicanos que assistiam a Missa na Basílica de Guadalupe no Distrito Federal do México.

No meio da Eucaristia e ao perceber o tremor, o sacerdote celebrante pediu que todos os fiéis mantivessem a calma, ficassem no recinto e "se pusessem de joelhos para elevar uma oração ao Senhor nestes momentos".

Os participantes – entre eles se encontrava o enviado especial da agência ACI Prensa, do grupo ACI, para a visita do Papa Bento XVI ao México, Walter Sánchez Silva –obedeceram o sacerdote e começaram a rezar.

Quase ao final da Missa, o presbítero deu graças a Deus porque não houve perdas humanas, mas houve uma grande quantidade de danos materiais, como as mais de 800 casas que foram afetadas no Estado de “Guerrero”, onde se registrou o epicentro do sismo de 7.8 graus na
escala do Richter.

Outro sacerdote refletiu sobre a providência de Deus e contou como tinha perdido a credencial para poder ingressar na Basílica de Guadalupe nesta manhã.

Depois de relatar que os agentes de segurança a encontraram e a entregaram aos encarregados da sacristia, afirmou que assim como com ele, "Deus cuida de todos, como pudemos ver durante o tremor".

Muitos lembraram com o sismo deste meio-dia aquele ocorrido em 1985, que matou milhares de pessoas. Em declarações a ACI Prensa, um taxista nos subúrbios da Basílica de Guadalupe comentou que em ocasiões como as de hoje "o único que podemos fazer é colocar-nos nas mãos de Deus e esperar com confiança".

A Vila, como chamam os moradores ao lugar onde está a nova e a antiga Basílica de Guadalupe, assim como os diversos lugares importantes da vida de São Juan Diego –o vidente da Virgem– recorda com grandes letreiros a próxima chegada do Papa Bento XVI ao México, o que tem gerado entre os fiéis uma grande expectativa.

Juana Flores comentou que “estamos esperando com muitas ânsias que já venha Sua Santidade. O México o necessita".


Episcopado Espanhol exige que o Jornal "El Pais" retifique as mentiras sobre salários e benefícios fiscais

MADRI, 21/03/2012 (ACI).- O Escritório de Informação da Conferência Episcopal Espanhola (CEE) informou à opinião pública que o jornal "El País" se resiste a corrigir as "falsidades" que publicou em um artigo do dia 26 de fevereiro sobre o financiamento da Igreja Católica na Espanha.

Nesta data, "El País" publicou o artigo "Xeque ao paraíso fiscal" no qual mentiu sobre a origem do salário que recebem os bispos e sacerdotes espanhóis, assim como supostos benefícios fiscais da Igreja Católica no país.

"Com a intenção de esclarecer os dados oferecidos, o diretor do Escritório de Informação da CEE enviou uma carta ao jornal no dia 29 de fevereiro exercendo o direito de retificação, regulado pela Lei 2/1984 de 26 de março. Não houve resposta", informou o Escritório.

"Posteriormente, foi enviada outra carta ao Defensor do Leitor do "El País" com a intenção de que ele pudesse mediar, devido à sua função de "vigilância para que o tratamento das informações estivesse de acordo com as regras éticas e profissionais do jornalismo", segundo reza o seu próprio Estatuto. Neste caso, o Defensor do Leitor respondeu afirmando que as invocações ao direito de retificação e a análise de seus motivos legais não entravam dentro de sua função, por isso não podia comentar as considerações a ele feitas. Sobre as implicações éticas do assunto em questão, não disse nada", acrescentou.

Diante  do descumprimento do jornal e 25 dias depois da publicação do artigo, o Escritório de Informação divulgou o texto completo da carta:

Senhor Diretor:

Solicito-lhe que retifique o que foi publicado na página 32 da edição de "El País" do domingo 26 de fevereiro, onde se afirma que o Estado "tem uma lista de nomes de bispos e sacerdotes categorizados como funcionários". Isto é Falso. São as dioceses que retribuem mensalmente os sacerdotes. Elas poderiam fazê-lo com o dinheiro que procede de uma parte do Fundo Comum Interdiocesano, distribuído anualmente pela Conferência Episcopal Espanhola e que à sua vez, compõe-se, dentre outras formas, do dinheiro que os contribuintes, de forma livre e voluntária, atribuem cada ano em sua Declaração de Renda a favor da Igreja. Porém nem sequer todas as dioceses pagam os salários com o dinheiro do mencionado Fundo, porque nele se incluem partes de atribuição e não de distribuição direta aos interessados.

Na mesma informação também se afirma que a Igreja Católica está isenta do IBI "em virtude dos Acordos entre o Estado e a Santa Sé". Isto tampouco é certo. Esse regime fiscal está regulado pela Lei de Mecenato 49/2002. Em virtude do que ali está escrito é que a Igreja desfruta das mesmas isenções que outras instituições sem fins lucrativos.

Isidro Catela Marcos.
Diretor do Escritório de Informação da Conferencia Episcopal Espanhola


Hackers atacam páginas Web da Igreja no México

MEXICO D.F., 21/03/2012 (ACI).- Um grupo de hackers, que segundo a imprensa mexicana formaria parte do grupo "Anonymous", atacou a página Web da Arquidiocese do México colocando uma mensagem contra a visita do Papa Bento XVI.

Os hackers invadiram a página Web http://www.arquidiocesismexico.org.mx/ por volta das 6 da tarde da segunda-feira 19 de março. A Arquidiocese já recuperou o controle de seu espaço na Internet.

Desta maneira, os hackers repetem o que "Anonymous" fez na Espanha em agosto do ano passado durante a visita do pontífice por motivo da Jornada Mundial da Juventude.

Este mês, os hackers atacaram em duas ocasiões a página Web do Vaticano http://www.vatican.va e embora tenham conseguido tirá-la de circulação por várias horas, não chegaram a colocar nenhuma mensagem.


Bento XVI prepara viagem ao México e Cuba em intensa oração

Vaticano, 21/03/2012 (ACI).- O Secretário de estado do Vaticano, Cardeal Tarcisio Bertone, explicou que o Papa Bento XVI prepara sua viagem apostólica ao México e Cuba com uma intensa oração, e a revisão de seus discursos.

Em uma entrevista concedida à Rádio Vaticano, o Cardeal Bertone também recordou que o Santo Padre "ama a Virgem do Guadalupe, a querida Padroeira do México e da América Latina e de todos os países do Caribe".

"Este avocação mariana –agora que o Papa está preparando a viagem ao México-, está vivamente presente cada tarde quando passeia nos Jardins Vaticanos e reza o Terço: passa sempre diante da imagem da Virgem de Guadalupe e da aparição a Juan Diego", indicou.

O Cardeal expressou que ficou realmente impressionado quando o Papa anunciou suas motivações para viajar em concreto ao México.

"João Paulo II, como recordamos, desejava muito peregrinar àquele santuário –o de Cristo Rei em Guanajuato-, mas não pôde fazê-lo por diversos motivos… De modo que Bento XVI disse: ‘Eu devo realizar este desejo de João Paulo II, e ir como seu sucessor a esse Santuário coração da fé heróica do povo mexicano’".

O Cardeal considera que o santuário -conhecido também como Colina do Cubilete e construído em honra aos mártires da perseguição religiosa mexicana-, "um grande sinal do povo mexicano", e "um chamado da história que é exemplar para todas as Igrejas locais do mundo e para todos os países, especialmente agora que se requer heroísmo para conservar e professar a própria fé católica".

Neste sentido, "este é um gesto do Santo Padre que eu acredito que o povo mexicano saberá apreciar plenamente", considerou.

A autoridade vaticana assinalou também que a eleição do México, foi sem dúvida, "uma grande ato de amor a este grande país da América Latina, um grande país católico, um país em pleno desenvolvimento, mas um país onde se cruzam problemas e desafios formidáveis, sobre tudo o desafio da violência, da corrupção, e do narcotráfico, que exigem o compromisso de todos, e de todas as instâncias religiosas, civis, sociais".

O Cardeal Bertone explica que os valores cristãos são "o DNA do povo mexicano", valores "de convivência pacífica, de fraternidade, de solidariedade e de honestidade".

"O Papa leva uma mensagem de ânimo nesta direção e leva esta mensagem dirigida sobre tudo aos jovens para que não se deixem desalentar, para que não se deixem capturar por fáceis objetivos, por fáceis horizontes que possam ser os meros lucros ou a ambição".

Bento XVI convidará os jovens a sentir-se comprometidos "na construção de uma sociedade solidária, uma sociedade honesta, uma sociedade onde cada um encontre seu lugar, e encontra reconhecimento. Esta é uma mensagem de amor, de grande apoio e portanto de otimismo também", acrescentou.

Além disso, o Cardeal Bertone assinalou que a mensagem do Papa será também um forte chamado à defesa da família e o matrimônio "que a união entre o homem e a mulher segundo o projeto primitivo de Criador", e uma exigência à defesa da vida, ao "não matar, e menos ainda assassinar uma criança ainda não nascida no ventre de sua mãe".

"O não matar tem no México certamente um eco muito doloroso, porque lamentavelmente os assassinatos acontecem diariamente, são fatos cotidianos muito dolorosos. E portanto neste ponto, neste mandamento do Decálogo, estamos todos comprometidos em primeira fila", concluiu.


M.I.S.S.A: evento ofensivo à Igreja se realiza no Rio, bloggers católicos pedem reação

RIO DE JANEIRO, 21/03/2012 (ACI).- No próximo sábado, 24 de março, no Rio de Janeiro, será promovido novamente o evento M.I.S.S.A. (a sigla para Movimento dos Interessados em Sacudir a Sua Alma), que ofende os sentimentos e a simbologia católicos vestindo de padres os DJs e as recepcionistas de freiras, em claras e desrespeitosas alusões a símbolos religiosos católicos contrariando ademais o art. 208 do Código Penal que tipifica a conduta de "vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso" como crime.

A festa já aconteceu em vários pontos do país causando indignação dos católicos por onde passou, como já foi denunciado anteriormente por ACI Digital.

O evento já foi condenado uma vez pela Justiça do próprio Estado do Rio em 2011, mas vem se realizando em distintos estados brasileiros, apesar das manifestações contrárias por parte de grupos católicos brasileiros. Se bem agora os organizadores tomam maiores precauções para não ofender o catolicismo, a essência do evento segue sendo ofensiva aos católicos, denunciou recentemente o Guia de Blogs Católicos em uma postagem.

Em dezembro de 2011, a Associação Arquidiocesana Tarde com Maria, do Rio de Janeiro, conseguiu uma liminar para impedir que os organizadores da festa M.I.S.S.A., prevista para ocorrer no Vivo Rio na ocasião, se burlassem de símbolos e vestimentas em alusão à Igreja Católica. A associação entrou com uma ação na Justiça e conseguiu, na noite de quarta-feira, no plantão judiciário, com uma decisão favorável do desembargador Adolpho Andrade Mello.

Pouco antes do início do evento, houve um acordo e os organizadores retiraram uma enorme cruz de LED instalada próximo ao DJ, que usaria uma roupa semelhante à batina de um padre. De acordo com o advogado da organização, Renato Brito Neto, o evento não teve o objetivo de ofender a imagem da Igreja Católica.

Segundo a denúncia O Guia de bloggers católicos, o art. 208 do Código Penal tipifica a conduta de "vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso" como crime. Eventos como o M.I.S.S.A, portanto, podem ser denunciados à justiça.

Assim, os bloggers animam os católicos a protestarem contra o evento manifestando seu desacordo aos patrocinadores e organizadores do M.I.S.S.A. em suas páginas no Facebook:

Facebook: Mural de Smirnoff do Brasil (http://www.facebook.com/SmirnoffBrasil)
Facebook: Mural de DHP Produções e Eventos (http://www.facebook.com/dhpprod?sk=wall)
Facebook: Mural de Melt Bar e Restaurante (http://www.facebook.com/melt.leblon?ref=ts)


Representantes do COL viajam a Roma para falar sobre a JMJ Rio2013 com membros do Pontifício Conselho para os Leigos

RIO DE JANEIRO, 21/03/2012 (ACI).- Segue hoje, 21 de março, para Roma, um grupo do Comitê Organizador Local (COL) da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio2013 que participará do encontro organizado pelo Pontifício Conselho para os Leigos (PCL), responsável pelas JMJs, para discutir questões relacionadas às jornadas de Madrid e do Rio.

O encontro de delegados da JMJ ocorre entre os dias 28 de março e 1º de abril e terá uma gama diversificada de representantes, como membros do clero, leigos, jovens, representantes das Conferências Episcopais e de movimentos e novas comunidades de mais de 80 países. A previsão é que cerca de 350 pessoas de todas as partes do mundo estejam presentes para falar sobre a Jornada Mundial da Juventude e a realidade dos jovens na Igreja.

O arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, presidente do COL e os vice-presidentes e bispos auxiliares Dom Antonio Augusto Dias Duarte e Dom Paulo Cezar Costa, junto com o coordenador geral da JMJ Rio2013, monsenhor Joel Portella Amado e alguns dos responsáveis pelos principais setores do COL hoje do Rio enquanto os demais chegarão durante a próxima semana já para o encontro.

Pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) participarão Dom Eduardo Pinheiro, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude (CEPJ), os assessores nacionais da comissão, os padres Carlos Sávio da Costa Ribeiro e Antônio Ramos do Prado e o coordenador editorial das Edições CNBB, padre Valdeir dos Santos Goulart.

Uma semana de partilha e preparação

A visita do COL à Roma será mais uma etapa na preparação da JMJ Rio2013. Segundo monsenhor Joel, em declarações ao Portal oficial da Rio 2013, a preparação da Jornada tem alguns momentos centrais de encontro do Comitê Organizador Local, da Conferência Episcopal e do Pontifício Conselho para os Leigos.

Algumas vezes este encontro acontece no local da Jornada, como houve de 27 de fevereiro a 2 de março, quando a comitiva do PCL liderada pelo Cardeal Stanislaw Rylko esteve visitando o Rio, e outras vezes em Roma. Normalmente são dois momentos em cada local. A finalidade de cada um desses momentos é acompanhar o processo de elaboração e de construção da Jornada.

“O encontro aqui serviu para determinar que o modo do Rio trabalhar, o jeito de conceber e concretizar a Jornada, está de acordo com a identidade e o DNA das JMJs. O encontro de Roma vai servir primeiro para ouvir a experiência de Madri, segundo para conversar com os representantes dos diversos países e movimentos. São questões muito práticas, como a situação dos vistos, vacinas, hospedagem, agenda e o calendário da jornada”, adiantou Mons. Portella.

De acordo com o coordenador da JMJ Rio2013, o encontro dos delegados da JMJ está dividido da seguinte forma: no primeiro dia de trabalhos, dia 29, representantes da JMJ de Madri apresentarão a sua avaliação; no segundo dia é a vez do Rio dizer como se sente, como vê a Jornada e passar as informações práticas; no terceiro dia, véspera do Domingo de Ramos, haverá um estudo em nível mundial, conduzido pelo Pontifício Conselho, sobre o que é a presença da Igreja junto aos jovens hoje, a chamada Pastoral Juvenil.

No Domingo de Ramos todos participarão da celebração com o Santo Padre, Papa Bento XVI, no Dia Mundial da Juventude ou Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá em nível diocesano. E que segundo fontes do COL poderia contar com um visitante ilustre: a réplica do Cristo Redentor que estará viajando o mundo como sinal de que o Cristo do Corcovado espera os jovens de braços abertos no Rio em 2013.

“Após o Domingo de Ramos a comitiva do COL ainda permanecerá em Roma para duas coisas: haverá uma entrevista coletiva com o presidente do PCL, Cardeal Stanislaw Rylko, Dom Orani e Dom Eduardo no dia 2 de abril e reuniões específicas do PCL com o Rio e a CNBB para acertar detalhes que possam ter surgido ao longo da conversa com os delegados e questões que surgiram da reunião no Rio”, ressaltou monsenhor Joel.

Decisões para a JMJ Rio2013

Uma pergunta frequente é se haverá neste dias do encontro em Roma alguma decisão sobre os locais onde acontecerão os principais eventos da JMJ 2013 e a possibilidade de divulgação da programação da Jornada.

Monsenhor Joel explicou que essas questão ainda não estão fechadas: “A programação já está desenhada, mas não depende apenas do Pontifício Conselho(para os leigos). Ela já passou pela Arquidiocese do rio, pela CNBB, pelas autoridades envolvidas, nas instâncias federais, estaduais e municipais, mas precisa passar pelos organismos próprios da Santa Sé diretamente ligados ao Santo Padre. Da mesma forma para a escolha dos locais”.

“É preciso que esses organismos venham ao Rio. É um cálculo de tempo e espaço. São questões como se o local está bom, qual o tempo de deslocamento, o que isso implica para a comitiva e que nos mostrem coisas que não estamos vendo”, concluiu Monsenhor Portella.


Celibato não é obstáculo para novas vocações, afirma Prefeito vaticano

MADRI, 21/03/2012 (ACI/EWTN Noticias).- O Prefeito da Congregação para o Clero, Cardeal Mauro Piacenza, descartou que o celibato seja um obstáculo a um novo florescimento vocacional de sacerdotes, pois "não devemos trair os jovens rebaixando os ideais, e sim devemos ajudá-los a alcançá-los".

"Dos últimos cinqüenta anos virou quase uma moda agredir ciclicamente o celibato eclesiástico. Em alguns ambientes é fácil intuir que se trata de uma verdadeira e própria estratégia", criticou a autoridade vaticana.

Em declarações ao site espanhol de informação católica Religión Digital, o Cardeal Piacenza sublinhou que "a Igreja é plenamente consciente da extraordinária riqueza desse dom, que Deus lhe deu. Certamente não é apenas uma lei eclesiástica".

O celibato, explicou o Prefeito da Congregação para o Clero, é "uma normal conseqüência, particularmente acorde à identidade do sacerdote e de seu ser configurado a Cristo, totalmente entregue à obra da redenção".

Questionado sobre a possibilidade de admitir o sacerdócio feminino como alternativa para aumentar as vocações, o Cardeal Piacenza assinalou que esta questão foi resolvida pelo Beato Papa João Paulo II em sua Carta Apostólica Ordinatio Sacerdotalis, onde este assinalou que a ordenação sacerdotal está reservada só aos homens.

O Cardeal também se referiu à firme intenção de Bento XVI de limpar a Igreja de maus elementos em seu interior. "É necessário estar sempre vigilantes, porque jamais se termina de ‘fazer limpeza’, meramente porque nunca se termina de converter-se, e a luta contra o pecado durará até à consumação da história", assinalou.

O prefeito vaticano recomendou àqueles sacerdotes que tenham perdido a ilusão em sua vida consagrada, que vivam "a oração e a fraternidade".

"A primeira nos põe continuamente em contato com Deus e com a origem e a razão de nossa existência e de nosso ministério. A segunda é condição imprescindível de uma experiência existencial autenticamente humana, na qual a comunhão e a fraternidade é sinal da nova vida que Cristo inaugurou".

O Cardeal afirmou que "na vida sacerdotal, cada novo dia e cada dia o Senhor reserva algo grande. Se somos realistas e honestos conosco mesmos, todos entendemos que o dom do sacerdócio floresce em nossas mãos dia após dia, ano após ano e, depois de muitos lustros, apresenta-se com toda sua beleza, como jamais poderíamos ter imaginado no dia abençoado de nossa ordenação".

"Estou acostumado a viver a dimensão da lembrança, que chega a ser memória. Eu recordo e volto a me apaixonar por Deus", concluiu.


RECOMENDAMOS »

Jul
28

Católico em dia

28 de julho de 2014

  • Você sabia que: A côr branca na liturgia se utiliza principalmente no Natal e Páscoa, assim como em festas marianas, de santos e anjos. Simboliza a pureza e integridade da vida de fé.

Videos

Santo Antônio de Pádua
Santo Antônio de Pádua
San José de Anchieta
A falta de oração leva à mediocridade espiritual
Papa Francisco: Nem a doença, nem a morte, poderá nos separar de Cristo
O Papa: A Igreja é a casa da Alegria
A comunhão fraterna leva à comunhão com Deus, diz o Papa
O Papa no Encontro Mundial das Famílias: Viver a Reconciliação Sempre
Maria é modelo de caridade e união com Cristo, destaca o Papa
Francisco exorta a rezar sempre sem jamais cansar-se
Rezar e anunciar o Evangelho é tarefa de todo cristão, afirma Francisco
Deus, nossa força, nos surpreende e nos pede sermos fiéis
O verdadeiro cristão segue o Senhor até a Cruz
A fé é a respiração da alma
Papa Francisco sobre Naufrágio em Lampedusa: uma vergonha!
Deus sempre acompanha a humanidade ao longo da história
Bento XVI: Jesus nos mostra o rosto de Deus
Bento XVI recorda que devemos ser sinais da ação de Deus no mundo
Bento XVI: é urgente falar de Deus no mundo atual
Bento XVI: Deus não é um absurdo embora seja sempre um Mistério
Bento XVI fala de três vias para que o coração do homem chegue a Deus
O homem, mendigo de Deus: catequese de Bento XVI
A fé nunca é um ato puramente individual, destaca Bento XVI
Bento XVI: Não nos basta a ciência, é a fé que nos sustenta
Bento XVI: a plenitude humana consiste no amor
Missa de abertura do Ano da Fé

Podcast

Evangelho do dia

Lucas 24, 1-12

Evangelho
Data
03/30/14
03/29/14
03/28/14

Santo do dia

Santo Inocêncio I »

Saito
Data
03/28/14

Homilia do dia

Lucas 18,9-14

Homilia
Data
03/29/14
03/28/14
03/27/14

Mais Popular

  Assinar 
Cancelar Assinatura
  

Siga-nos: