Carregando...

Notícias do 18 de Fevereiro de 2012

Bento XVI cria 22 novos cardeais incluindo um brasileiro: Dom João Braz de Aviz

Vaticano, 18/02/2012 (ACI).- No IV Consistório Ordinário Público celebrado esta manhã no Vaticano o Papa Bento XVI criou 22 novos cardeais para a Igreja, incluindo um brasileiro: Dom João Braz de Aviz, Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica. Dom Braz de Aviz recebeu o título da igreja Santa Helena Prenestina, localizada próxima ao Vaticano.

Em um rito simplificado, após a leitura do Evangelho o Santo Padre começou sua mensagem  dizendo:
“Com estas palavras do cântico de entrada, teve início o rito solene e sugestivo do Consistório Ordinário Público para a criação dos novos Cardeais, que inclui a imposição do barrete cardinalício, a entrega do anel e a atribuição do título. Trata-se das palavras com que Jesus constituiu, eficazmente, Pedro como firme alicerce da Igreja. E o fator qualificativo deste alicerce é a fé: realmente Simão torna-se Pedro – rocha – por ter professado a sua fé em Jesus, Messias e Filho de Deus”.

“As palavras, que Jesus dirige a Pedro, põem claramente em destaque o caráter eclesial da celebração de hoje. De fato, através da atribuição do título duma igreja desta Cidade [de Roma] ou duma diocese suburbicária, os novos Cardeais ficam, para todos os efeitos, inseridos na Igreja de Roma guiada pelo Sucessor de Pedro, para cooperar estreitamente com ele no governo da Igreja universal. Estes queridos Irmãos, que dentro de momentos começarão a fazer parte do Colégio Cardinalício, unir-se-ão, por vínculos novos e mais fortes, não só com o Pontífice Romano mas também com toda a comunidade dos fiéis espalhada pelo mundo inteiro”, afirmou.

“Aos novos Cardeais, é confiado o serviço do amor: amor a Deus, amor à sua Igreja, amor aos irmãos com dedicação absoluta e incondicional – se for necessário – até ao derramamento do sangue, como diz a fórmula para a imposição do barrete cardinalício e como indica a cor vermelha das vestes que trazem. Além disso, é-lhes pedido que sirvam a Igreja com amor e vigor, com a clareza e a sabedoria dos mestres, com a energia e a fortaleza dos pastores, com a fidelidade e a coragem dos mártires”.

“Trata-se de ser servidores eminentes da Igreja, que encontra em Pedro o fundamento visível da unidade”, destacou.

“O serviço a Deus e aos irmãos, a doação de si mesmo: esta é a lógica que a fé autêntica imprime e gera na nossa existência quotidiana, mas que está em contradição com o estilo mundano do poder e da glória”, disse o Santo Padre ainda em sua homilia.

“Amados Irmãos que estais para ser inscritos no Colégio Cardinalício! Que a doação total de Si mesmo, feita por Cristo na cruz, vos sirva de norma, estímulo e força para uma fé que atua na caridade. Que a vossa missão na Igreja e no mundo se situe sempre e só «em Cristo» e corresponda à sua lógica e não à do mundo, sendo iluminada pela fé e animada pela caridade que nos vem da Cruz gloriosa do Senhor”, exortou o Santo Padre.

Ao concluir, Bento XVI saudou todos os presentes, com especial menção das Delegações oficiais de diversos Países e dos Representantes de numerosas dioceses. E deixou uma exortação final:

“No seu serviço, os novos Cardeais são chamados a permanecer fiéis a Cristo, deixando-se guiar unicamente pelo seu Evangelho. Amados irmãos e irmãs, rezai para que neles se possa reflectir ao vivo o Senhor Jesus, nosso único Pastor e Mestre e fonte de toda a sabedoria. E rezai também por mim, para que sempre possa oferecer ao Povo de Deus o testemunho da doutrina segura e reger, com suave firmeza, o timão da santa Igreja.”

Cardeal Dom João Braz de Aviz

O novo cardeal brasileiro nasceu em Mafra (SC), em 24 de abril de 1947, realizou estudos teológicos em Roma, junto à Pontifícia Universidade Gregoriana, e foi laureado em Teologia Dogmática junto à Pontifícia Universidade Lateranense, em 1992.

Foi ordenado sacerdote da diocese de Apucarana (PR) em novembro de 1972 e nomeado reitor do Seminário Maior de Apucarana e de Londrina e professor de Teologia Dogmática junto ao Instituto Paulo VI, em Londrina (PR). Foi também membro do Conselho presbiteral e do Colégio dos Consultores, bem como coordenador geral da pastoral diocesana de Apucarana.

Em 6 de abril de 1994, foi nomeado bispo auxiliar da arquidiocese de Vitória (ES). Foi também bispo de Ponta Grossa (PR) e arcebispo de Maringá (PR). Em 28 de janeiro de 2004 foi nomeado arcebispo de Brasília até ser chamado para substituir o Cardeal Franc Rodé na cúria romana em 2011.

Segundo informou Canção Nova Notícias, os títulos cardinalícios concedidos aos novos cardeais são igrejas da diocese de Roma cujo nome e propriedade estão ligados a um cardeal no momento da sua criação. Entre os nomeados pelo Papa Bento XVI, está o prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada, Dom João Braz de Aviz. A ele foi concedido o título da igreja Santa Helena Prenestina, localizada próxima ao Vaticano.


Novidades do rito no que o Papa criará 22 novos cardeais na Igreja

Vaticano, 18/02/2012 (ACI/EWTN Noticias).- O Mestre de cerimônias Litúrgicas do Papa, Dom Guido Marini, explicou algumas das novidades para o rito do Consistório que será celebrado este sábado 18 de fevereiro, no qual serão criados 22 novos cardeais para a Igreja.

Em entrevista com Rádio Vaticano em 16 de fevereiro, Dom Marini disse que na liturgia da Palavra já não se lê o salmo responsorial mas só o Evangelho.

Outra das mudanças, talvez a mais significativo, refere-se à entrega do anel cardinalício, que antes se fazia na Missa que se celebrava no dia seguinte ao consistório. Agora se realizará no mesmo sábado 18, durante este evento. "Desta maneira todos os gestos se unificaram", disse.

"Além disso foram retomadas duas orações muito antigas que estavam antes no rito do ano 1969, o ano aprovado por Paulo VI depois do Concílio Vaticano II que substituirão as orações usadas até hoje".

O mestre de cerimônias disse que as orações "muito bonitas em seu conteúdo e escritas no ano anterior a 1000 d.C.. São muito significativas pelos seus textos".

Sobre as razões das modificações, Dom Marini disse que "uma melhora. Digamos que depois do Concílio Vaticano II foram revisados todos os ritos papais e reformados à luz de novas orientações que o Concílio tinha dado e por conseguinte se atuou sobre a reforma".

Agora, continuou, "com o passar dos anos, demo-nos conta que se pode contribuir com algumas melhora, ou ajuste, desenvolvendo em harmonia tudo o que se feito nos ritos papais".

Como sala de espera ao consistório do sábado, no qual também serão vistas as causas de canonização de sete beatos, os cardeais designados participarão com o Papa de uma jornada de reflexão no Vaticano.

Os novos cardeais (do Vaticano) são: Dom Fernando Filoni, Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos; o brasileiro Dom João Braz do Aviz, Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica; Dom Manuel Monteiro do Castro, Penitenciário Mor da Santa Sé; Dom Giuseppe Bertello, Presidente da Governadoria do Vaticano; Dom Domenico Calcagno, Presidente da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica.

Formam parte deste grupo também Dom Giuseppe Versaldi, Presidente da Prefeitura de Assuntos Econômicos; Dom Santos Abril e Castello, Arcipreste da Basílica Papal de Santa Maria Maior); Dom Edwin Frederik O'Brien, Grão-Mestre da Ordem Eqüestre do Santo Sepulcro de Jerusalém; Dom Antonio Maria Vegliò, Presidente do Pontifício Conselho da Pastoral para o Migrantes e Itinerantes; e Dom Francesco Coccopalmerio, Presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos.

Outros prelados de diferentes partes do mundo que serão criados cardeais são : Dom Giuseppe Betori, Arcebispo de Florência (Itália), Dom George Alencherry, Arcebispo Mor dos Sírio Malabares (Índia), Dom Thomas Christopher Collins, Arcebispo de Toronto (Canadá); Dom Willem Jocoby Eijk, Arcebispo de Utrecht (Holanda); Dom, John Tong Hon, Bispo de Hong Kong (China); Dom Rainer Maria Woelki, Arcebispo de Berlim (Alemanha); Dom Timothy Michael Dolan, Arcebispo de Nova Iorque (Estados Unidos); e Dom Dominik Duka, Arcebispo de Praga (República Tcheca).

Além destes 18 bispos, o Santo Padre criará quatro novos cardeais maiores de 80 anos, que por esta razão não poderão participar do seguinte conclave.

São eles: Sua Beatitude Lucian Muresan, Arcebispo Mor de Fagaras e Alva Iulia dos romenos (Romênia); Dom Julien Ries, sacerdote da diocese de Namur e professor emérito de história das religiões na Universidade Católica de Leuven (Bélgica); Pe. Prosper Grech, O.S.A., docente emérito de várias universidades romanas e consultor da Congregação para a Doutrina da Fé; e P. Karl Becker, S.J., docente emérito da Pontifícia Universidade Gregoriana e também consultor da mencionada Congregação.


RECOMENDAMOS »

Nov
23

Católico em dia

23 de novembro de 2014

  • Você sabia que: A vestimenta de um celebrante na liturgia consiste em cinco prendas fundamentais. O amito (debaixo da túnica), a túnica (túnica branca), o cíngulo (cordão que se utiliza como cinto), a estola (banda através do pescoço que cai até a altura dos joelhos) e a casula.

Videos

Santo Antônio de Pádua
Santo Antônio de Pádua
San José de Anchieta
A falta de oração leva à mediocridade espiritual
Papa Francisco: Nem a doença, nem a morte, poderá nos separar de Cristo
O Papa: A Igreja é a casa da Alegria
A comunhão fraterna leva à comunhão com Deus, diz o Papa
O Papa no Encontro Mundial das Famílias: Viver a Reconciliação Sempre
Maria é modelo de caridade e união com Cristo, destaca o Papa
Francisco exorta a rezar sempre sem jamais cansar-se
Rezar e anunciar o Evangelho é tarefa de todo cristão, afirma Francisco
Deus, nossa força, nos surpreende e nos pede sermos fiéis
O verdadeiro cristão segue o Senhor até a Cruz
A fé é a respiração da alma
Papa Francisco sobre Naufrágio em Lampedusa: uma vergonha!
Deus sempre acompanha a humanidade ao longo da história
Bento XVI: Jesus nos mostra o rosto de Deus
Bento XVI recorda que devemos ser sinais da ação de Deus no mundo
Bento XVI: é urgente falar de Deus no mundo atual
Bento XVI: Deus não é um absurdo embora seja sempre um Mistério
Bento XVI fala de três vias para que o coração do homem chegue a Deus
O homem, mendigo de Deus: catequese de Bento XVI
A fé nunca é um ato puramente individual, destaca Bento XVI
Bento XVI: Não nos basta a ciência, é a fé que nos sustenta
Bento XVI: a plenitude humana consiste no amor
Missa de abertura do Ano da Fé

Mais Popular

  Assinar 
Cancelar Assinatura
  

Siga-nos: